educacao-enem-movimentacao-campus-uninove-barra-funda-mauro-horita-baixa-20141109-049-original

MEC pensa em testar Enem on-line com treineiros

VEJA

O Ministério da Educação (MEC) pretende manter o plano de digitalizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), segundo o secretário executivo da pasta, Luiz Cláudio Costa. A ideia foi anunciada pelo ex-ministro da Educação, Cid Gomes, que chegou a fazer uma consulta pública online sobre a questão.

Nesta quinta-feira, após a transmissão do cargo para o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, o secretário disse, em coletiva de imprensa, que os treineiros, estudantes do primeiro ou segundo ano do ensino médio que fazem o Enem apenas como o teste, poderão ser os primeiros a experimentar o novo sistema.

“O Enem on-line está em estudo. Poderemos iniciar com aqueles que fazem para treinamento e, portanto, não têm pretensão a uma vaga”, disse. Segundo ele, o plano de tirar o Enem do papel e torná-lo digital é antigo. Agora, com base na consulta pública já finalizada, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estuda a possibilidade da migração. Segundo Costa, isso não ocorrerá em 2015.

Para que a digitalização seja possível, o secretário executivo explica que haverá antes o aumento do banco de itens, composto por diversas questões que são usadas nas provas.

O novo ministro, Janine Ribeiro, comprometeu-se a manter também o Programa Diretor Principal, outro programa anunciado por Cid Gomes e que também teve consulta pública. “Há um grande número de escolas que tem mais de 600 alunos. Nelas concentrou-se a ideia de o governo federal dar ajuda para qualificar pessoas que pretendem ser diretores e diretoras, a fim de melhorar a gestão”, disse. “Temos perdas de valores devido a má gestão. Precisamos capacitar as pessoas para gerir”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>